A luz está apagada!

FII

VISC11

face Usuário
Informações Gerais Análise do Administrador Patrimônio do FII Cotações Rendimentos Comunicados Comentários Comparativo

Informações Gerais

VISC11 Shoppings

Vinci Shopping Centers

DESCRIÇÃO GERAL DO FUNDO

O objetivo do Fundo é a obtenção de renda, mediante a aplicação de recursos, preponderantemente nos Imóveis, bem como em quaisquer direitos reais sobre os Imóveis, ou, ainda, pelo investimento indireto em Imóveis, mediante a aquisição de Ativos Imobiliários, bem como o ganho de capital obtido com a compra e venda dos Imóveis ou Ativos Imobiliários.

O Fundo não tem o objetivo de aplicar seus recursos em Imóveis ou Ativos Imobiliários específicos.
O Fundo poderá adquirir os Imóveis que estejam localizados em todo o território brasileiro.
Shoppingspossui gestão AtivaInvestidores em Geral

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
R$ 819,6Mi
VALOR DE MERCADO
R$ 881,3Mi
P/VP
1,075
POSIÇÃO NO IFIX
12º de 90
PARTICIPAÇÃO NO IFIX
2,3%
DATA DE INÍCIO
07/Ago/2013
PRAZO
Indeterminado
QT DE COTISTAS
68.890
QT DE COTAS
8.160.576
ÁREA BRUTA LOCÁVEL 325.873 M² VACÂNCIA 5,3 % INADIMPLÊNCIA 4,2 % QUANTIDADE DE IMÓVEIS POR UF RJ3BA1PR1PA1SP1PE1CE1 QT DE COTISTAS 68.890 QT DE COTAS 8.160.576 PÚBLICO ALVO Investidores em Geral ADMINISTRAÇÃO DO FUNDO
Administrador Brl Trust Distribuidora De Titulos E Valores Mobiliarios Sa
Gestor Vinci Real Estate Gestora De Recursos Ltda
Auditor Price Waterhousecoopers
Análise do Administrador
TAXAS DE ADMINISTRAÇÃO E PERFORMANCE
Taxa de Administração R$ 2,5 milhões/ano
Taxa de Performance Não Há
Percentual sobre o PL do FII 0,30% a.a.
Custo Anual por Cota R$ 0,30
Valores baseados nos 4 últimos informes trimestrais
CLASSIFICAÇÃO ANBIMA
mandato Renda
segmento Shoppings
gestão Ativa

Análise do Administrador

A análise abaixo foi elaborada pelo Administrador do Fundo e publicada no último Informe Anual
RESULTADO DO FUNDO NO ÚLTIMO EXERCÍCIO

O resultado apurado no exercício do fundo foi lucro no valor de R$ 58.013 . As receitas imobiliárias cresceram 12,0% com comparação ao exercicio social do exercício anterior, saindo de R$ 29.325 milhões para R$ 32.823. As despeas operacionais no exercício de 2018 representaram 1,52% sobre o patrimônio líquido médio de 2018 antes 5,23.

CONJUNTURA ECONÔMICA DO SEGMENTO DE ATUAÇÃO

O ano de 2018 se mostrou um ano desafiador para os Shopping Centers, com a greve dos caminhoneiros e o período da Copa do Mundo.

Começamos a verificar uma melhora gradativa dos indicadores operacionais desde o final de 2017, corroborando a tese de que o período mais conturbado pode ter passado.

No entanto, tivemos um quebra nessa tendência de melhora em Maio com a greve dos caminhoneiros e depois com a Copa do Mundo em Junho e Julho.

Após esses eventos, os indicadores voltaram a melhorar, tendo um leve revés em Outubro devido às incertezas em relação às eleições presidenciais.

Os indicadores de inadimplência dos dois últimos trimestres, por exemplo, foram os mais baixos do ano, indicando que os níveis de aluguel já foram ajustados ao cenário atual.

Adicionalmente, os Shoppings conseguiram recuperar grandes volumes de aluguéis em atraso, não somente por já ser um trimestre que apresenta vendas historicamente melhores (Black Friday e Natal), como também em razão de importantes negociações de parcelamento de dívidas de lojistas.

Os indicadores de vendas, principalmente Same Store Sales (SSS), no entanto, ainda não apresentaram a recuperação esperada, o que deve ficar mais evidente quando se consolidar a recuperação da economia.

Apesar da recuperação ainda em curso, já percebemos lojistas mais animados com as perspectivas de curto e médio prazo, alguns deles já retomando planos de expansão, o que se refletirá em menor vacância e leasing spread positivo.

Acreditamos que os primeiros shoppings a sentirem este efeito devem ser os mais maduros e estrategicamente localizados.

PERSPECTIVA PARA O PERÍODO SEGUINTE

Os primeiros meses do novo mandato presidencial terão um determinado nível de otimismo com a entrada da nova equipe econômica e o anúncio das primeiras medidas no campo da economia, porém com certa volatilidade especialmente nos mercados líquidos em função tramitação da proposta de alteração da previdência submetida pelo novo governo.

O crescimento de apenas 0,1% no PIB do quarto trimestre de 2018 demonstra que a economia ainda não reagiu e o processo de retomada econômica pode variar em função do tamanhão final reforma da previdência a ser aprovada.

Por outro lado, a inflação foi a surpresa positiva com o IPCA fechando o ano de 2018 em 3,75%, abaixo do centro da meta do Banco Central de 4,5%. Assim abre-se espaço para especulações a respeito de potenciais novas quedas da taxa SELIC, que já se encontra no menor patamar histórico.

Patrimônio do FII VISC11

ATIVO E PASSIVO
tipovalor
AtivoR$ 912,3 milhões
PassivoR$ 92,7 milhões
patrimônio LíquidoR$ 819,6 milhões
total mantido para liquidezR$ 70,7 milhões
PATRIMÔNIO INVESTIDO
subtipovalor
imóveis para aluguelR$ 643,7 milhões
LCIR$ 191,9 milhões
outros fundosR$ 67,4 milhões
outrosR$ 6,9 milhões
Imóveis Para Aluguel
nome do imóvelufmapaablunidadesvacância1inadimplência2pesoaluguel/m2receita mensal
Shopping Iguatemi FortalezaCE90.000 m²4327,30%76,06%61,92%R$ 0,0R$ 63,7mil
Shopping ParalelaBA40.246 m²2753,90%4,6,6,6,48,00%8,10,10,10,80,65%R$ 0,0R$ 21,7mil
West ShoppingRJ41.966 m²1716,83%3,3,3,7,35,78%9,2,2,6,20,27%R$ 0,0R$ 9,0mil
Shopping Granja ViannaSP30.463 m²1613,93%2,5,5,5,43,94%0,6,6,6,40,23%R$ 0,0R$ 7,6mil
Shopping CrystalPR14.743 m²9610,50%18,8,8,10,810,08%3,3,3,10,30,22%R$ 0,0R$ 7,2mil
Pátio BelémPA21.567 m²1890,95%3,3,3,3,11,07%4,5,5,5,10,08%R$ 0,0R$ 2,5mil
Center Shopping RioRJ15.163 m²1028,61%6,6,6,9,63,68%5,2,2,4,20,07%R$ 0,0R$ 2,3mil
Shopping TacarunaPE50.110 m²2592,55%3-1,50%0-0,24%R$ 0,0R$ -7.817,0
Ilha PlazaRJ21.615 m²1273,04%2,4,4,4,3-1,04%4,12,12,12,0-0,24%R$ 0,0R$ -8.017,0
LCI - Letras de Crédito Imobiliário
emissorquantidadevencimentovalor
Caixa Econômica Federal62020-05-11R$ 62,1Mi
Caixa Econômica Federal42021-07-26R$ 41,0Mi
Caixa Econômica Federal32019-09-27R$ 37,5Mi
Banco ABC Brasil20.0002019-08-13R$ 20,0Mi
Caixa Econômica Federal12019-05-23R$ 12,4Mi
Caixa Econômica Federal12020-03-12R$ 8,3Mi
Banco Santander82021-03-08R$ 8,3Mi

Cotações de VISC11

$
última cotação R$ 108,00 (16/Abr/2019)
última cotação R$ 108,00 (16/Abr/2019)
MENOR COT 12 MESES R$ 92,91 (18/Jun/2018)
MAIOR COT 12 MESES R$ 113,20 (30/Abr/2018)
Cotação/VP 1,075

Rendimentos de VISC11

último rendimento R$ 0,60 0,56% (12/Abr/2019)
REND ACUM 12 MESES R$ 7,29 6,75%
REND médio 12 MESES R$ 0,61 0,56%
menor rend 12 MESES R$ 0,60 0,56%
maior rend 12 MESES R$ 0,61 0,56%

Últimos Comunicados de VISC11

Relatorio Gerencial
05/Abr/2019
Informe Trimestral
13/Mar/2019
Informe Mensal
12/Abr/2019
Informe Anual
29/Mar/2019
Fato Relevante
08/Jan/2019
Comunicado Data Exibir
Relatorio Gerencial 05/Abr/2019
Regulamento 20/Ago/2018
Outros Relatorios 28/Mar/2019
Instrumento Part. Alteracao Regulamento 20/Ago/2018
Informe Trimestral 13/Mar/2019
Informe Mensal 12/Abr/2019
Informe Anual 29/Mar/2019
Fato Relevante 08/Jan/2019
Demonstracoes Financeiras 29/Mar/2019
Comunicado nao Fato Relevante 14/Mar/2019
Aviso aos Cotistas 29/Mar/2019
Anuncio Encerramento Distribuicao de Cotas 27/Abr/2018
AGO/E - Resumo das Deliberacoes 27/Abr/2018
AGO/E - Ata da Assembleia 04/Mai/2018
AGO - Proposta da Administradora 29/Mar/2019
AGO - Edital de Convocacao 29/Mar/2019

Comentários sobre VISC11