A luz está apagada!

Fundos   Shoppings

 seguir
Super Filtro  Entrar
Informações Gerais Destaques Análise Comparativa Análise do Administrador Patrimônio do FII Resultado Trimestral Cotações e Mercado Rendimentos Vídeos Recomendados Relatórios e Comunicados Comentários Comparativo

HGBS11

Hedge Brasil Shopping

  Shoppings
possui gestão AtivaInvestidores em Geral CNPJ 08.431.747/0001-06 ISIN BRHGBSCTF000

Este Fundo investe em Shopping Centers já construídos e em operação, com pelo menos 15.000 m2 de ABL, localizados em regiões a partir de 500 mil habitantes e administrados por empresas especializadas. Além de Imóveis, o Patrimônio do Fundo também é composto, em volume expressivo, por cotas de outros FIIS de shoppings.

Taxas do Fundo
● Taxa de Administração: 0,6% a.a. sobre valor de mercado das cotas

Resultado do HGBS11 no último exercício:
O fundo recebe, mensalmente, o resultado gerado pelos ativos que compõem o seu patrimônio.
Durante o exercício de 2019 o Fundo auferiu rendimentos que somaram R$ 17,40 por cota.

Programa de investimentos:
O Fundo seguirá sua política de investimentos, conforme regulamento do mesmo, e poderá buscar possibilidades de ampliação de seu patrimônio.

 Site do Fundo  LINHA DO TEMPO
R$208,98 Cotação (26/Nov/2020) R$0,40 Último Rendimento (16/Nov/2020) 0,35% a.m. DY médio (12 meses) -23,60%  Rentab. acumulada Rentabilidade (12 meses) 2.106 Negócios por dia (Liquidez) 0,93 P/VP (Deságio) R$ 2,3 bilhões
PATRIMÔNIO LÍQUIDO
R$ 2,1BI
VALOR DE MERCADO
8º de 81
POSIÇÃO NO IFIX
2,7%
PARTICIPAÇÃO NO IFIX
28/Dez/2006
DATA DE INÍCIO
Indeterminado
PRAZO
77.974
QT DE COTISTAS
10.000.000
QT DE COTAS
Administração e Gestão do Fundo

Informações sobre a Administração e Gestão do Fundo, incluindo os valores efetivamente recebidos pelo Administrador a título de Taxa de Administração e Performance. Informações sobre Processos Judiciais em que o Fundo é parte, incluindo Processos conexos.

ADMINISTRAÇÃO DO FUNDO
Administrador Hedge Investments Distribuidora De Títulos E Valores Mobiliários Ltda
07.253.654/0001-76
Gestor Hedge Investments
Auditor Pricewaterhousecoopers Auditores Independentes
Análise do Administrador
TAXAS PAGAS
Taxa de Administração R$ 14,2 milhões/ano
Taxa de Performance R$ 0,00
Percentual sobre o PL do FII 0,63% a.a.
Custo Anual por Cota R$ 1,42
Estes foram os valores efetivamente recebidos pelo Administrador nos 4 últimos trimestres
PROCESSOS JUDICIAIS Informações sobre Processos Judiciais relevantes em que o Fundo é parte, incluindo valores das causas e declaração de impacto financeiro em caso de derrota. As informações sobre processos Judiciais estão disponíveis somente no acesso Premium. Quero ser Premium! CLASSIFICAÇÃO ANBIMA
mandato Renda
segmento Shoppings
gestão Ativa

Análise do Administrador

A análise abaixo foi elaborada pelo Administrador do Fundo e publicada no último Informe Anual
RESULTADO DO FUNDO NO ÚLTIMO EXERCÍCIO

O fundo recebe, mensalmente, o resultado gerado pelos ativos que compõem o seu patrimônio.
Durante o exercício de 2019 o Fundo auferiu rendimentos que somaram R$ 17,40 por cota.

CONJUNTURA ECONÔMICA DO SEGMENTO DE ATUAÇÃO

O ano de 2019 terminou e foi, sem dúvida, um ano para comemorar – o melhor para os investimentos em renda variável quando tomamos como referência a crise que se iniciou em 2014. Desde então, nunca havíamos tido um ritmo tão forte de crescimento.

Em uma breve retrospectiva, após a desolação que experimentamos em 2014, passamos por um longo e agudo período de recessão em 2015 e 2016, no qual houve uma forte retração do PIB, seguido de uma lenta e tímida recuperação econômica em 2017 e 2018, até que no ano passado finalmente as perspectivas de uma melhora consistente apareceram.

Sem dúvida a Refoma da Previdência, em conjunto com o engajamento do Congresso em uma pauta reformista – ainda que somente da perspectiva econômica – foram fundamentais para a mudança de expectativa que devolveu a confiança aos investidores.

Todas as expectativas do mercado foram superadas, com uma alta de 32% no Ibovespa, 36% no IFIX e uma taxa de juros de 4,50%. Vale destacar também o desempenho do IMA-B, dos fundos de crédito, das debêntures incentivadas, de diversas categorias de investimento que funcionaram e, principalmente, vale destacar que o mercado financeiro brasileiro voltou a estruturar operações com muita eficiência em várias classes de ativo, permitindo que assistíssemos ao início de uma marcha migratória do investidor da renda fixa para outras alternativas de investimento que, além de proporcionarem uma rentabilidade melhor, ajudam a ancorar o desenvolvimento do Brasil via investimento privado produtivo.

Vale destacar, ainda, que o ano de 2019 foi bastante positivo em relação a evolução da indústria de fundos imobiliários.

De acordo com dados do Boletim Imobiliário (B3), o número de investidores em fundos imobiliários atingiu novo recorde, alcançando 632 mil no encerramento de 2019, um crescimento de 208% em relação ao ano anterior.

Ainda, conforme dados da B3, o volume médio de negociação do total dos fundos imobiliários no ano foi de R$129 milhões por dia, recorde da série histórica.

Considerando apenas o mês de dezembro de 2019, a média diária de negociação foi de R$ 309 milhões, apontando assim para uma tendência de alta.

Como comparação, a liquidez em janeiro de 2018, mês anterior ao início do HFOF, era de R$39,7 milhões por dia.

O valor de mercado da indústria, que superou os R$ 100 bi em dezembro de 2019, era de R$38,9 bi em janeiro de 2018, e o volume de novas emissões totalizou R$ 35,6 bi, distribuídos em 155 emissões de cotas (CVM 400 e CVM 476), atingindo assim mais um recorde em 2019.

PERSPECTIVA PARA O PERÍODO SEGUINTE

O cenário que se desenha, ainda em estágio inicial de maturação, é amplamente beneficiado pela mudança estrutural de patamar das taxas de juros e nos traz um benefício fantástico, o fato de que essa conjuntura deva continuar a ser sustentada pela continuidade das políticas monetárias expansionistas implementadas pelos principais Bancos Centrais das economias desenvolvidas, como consequência da dinâmica deflacionista que se instalou no mundo a partir da crise econômica global de 2008. Acreditamos que, em 2020, muitos dos projetos de privatização começarão a sair do papel e que em algum momento do segundo semestre poderá ocorrer uma melhora do rating do País nas principais agências de classificação de risco, contribuindo para um aumento expressivo do fluxo de capital estrangeiro.

Nossa expectativa é muito positiva e não esperamos que haja uma mudança estrutural nas políticas monetárias das principais economias do mundo.

Com isso o Comitê de Política Monetária deve se sentir confortável para manter as taxas de juros reais aos níveis atuais.

Ainda que surjam pressões inflacionárias ocasionadas por choques externos, como no caso das carnes ou do petróleo, e se torne necessário algum aumento nominal de juros no Brasil, esse aumento deve ser pontual.

Com a inflação e os juros incentivando o investimento e a busca dos investidores por retornos maiores, não resta dúvida que se cria um ambiente propício para o estabelecimento de uma dinâmica muito positiva, que deverá levar a bolsa a novos patamares.No campo dos FIIs, acreditamos que em 2020 seguiremos com a recomposição do leasing spread (reajustes de aluguel acima da inflação) e com isso o impulso virá mais do próprio ciclo imobiliário do que da política monetária e das taxas de juros, que foram os principais vetores a empurrar o IFIX para níveis recordes nos últimos anos.

Destaques

Aquisição de 25% do Shopping West Plaza
10/Dez/2019 Exibir Documento O Fundo anunciou a aquisição de 25% do Shopping West Plaza pelo preço de R$72,5 milhões. O cap rate estimado da Operação para o primeiro ano é de 8,00%. Com esta aquisição. Com a conclusão desta Operação, o HGBS passa a deter fração ideal direta de 70% do Shopping, além das cotas já detidas pelo Fundo no Shopping West Plaza Fundo de Investimento Imobiliário, que detém 30% do Ativo e é administrado e gerido pela Hedge (WPLZ11).

O Fundo atingiu o volume de 72% de sua carteira investido em ativos alvo, com participação em 13 shopping centers.
Aquisição de 45% do Shopping West Plaza
14/Out/2019 Exibir Documento O Fundo firmou acordo para a aquisição de 45,00% do Shopping West Plaza, localizado na cidade de São Paulo. A Operação está sujeita à superação de condições precedentes usuais em transações desta natureza.

Adicionalmente, com as premissas de projeção de resultados para os ativos do Fundo, incluindo a aquisição da participação do Shopping, assim como o plano de ação descrito nos relatórios gerenciais, que inclui a melhoria operacional da carteira e reciclagem do portfólio, a estimativa de rendimento médio mensal para os próximos 12 meses permanece em aproximadamente R$ 1,40 por cota.

Ficha técnica do Shopping
Inauguração: 1991
Administração: Aliansce Sonae Shopping Centers
Endereço: Av. Francisco Matarazzo, São Paulo/SP
Área bruta locável (ABL) (100% do shopping): 36,6 mil m²
Principais locatários: Bio Ritmo, Fast Shop, Centauro, Lojas Americanas, Kiabi, Daiso, Renner e Magazine Luiza
Lazer e Gastronomia: Outback, Pecorino, Jeronimo, Temakeria&Cia, Cinemark, Playland e Villa Bowling
Emissão de Cotas
29/Jul/2019 Exibir Documento Foi aprovada a 8ª emissão de cotas, no montante de até R$492 milhões, com direito de preferência para atuais cotistas na proporção de 31,7%.

Análise Comparativa do HGBS11

A Análise Comparativa do mundoFII contextualiza os principais indicadores dos Fundos Imobiliários, confrontando cada um deles com as médias da categoria do FII analisado. Assim fica muito mais fácil para você ponderar essas informações.

ir para a análise comparativa do HGBS11

Patrimônio do HGBS11

O Patrimônio Líquido do Fundo é de R$ 2,3 bilhões e está distribuido conforme abaixo

imóveis para aluguel Detalhamento imóveis para aluguel Detalhamento R$ 1,4BI 63,5% FII Detalhamento FII Detalhamento R$ 793,3MM 35,1% CRI Detalhamento CRI Detalhamento R$ 35,5MM 1,6% Disponibilidades Disponibilidades R$ 11,0MM 0,5% Passivo Detalhamento Passivo Detalhamento R$ 21,8MM 1,0%
Evolução Patrimonial

Veja abaixo a evolução patrimonial do HGBS11 dos últimos 3 anos, com detalhamento mês a mês das principais contas do Ativo e Passivo, bem como o Patrimônio Líquido.
Você também pode ver a evolução por Cota, isto é, o quanto o PL de cada cota valorizou ao longo do período.

Imóveis Para Aluguel
ÁREA BRUTA LOCÁVEL 241.164 M² VACÂNCIA 7,0 % INADIMPLÊNCIA 7,2 % QUANTIDADE DE IMÓVEIS POR UF SP8RS1MT1
Abaixo estão listados os imóveis para aluguel do HGBS11.

- A coluna QT UNID informa a quantidade de unidades locáveis (salas, lojas, lajes, etc.) independentes que existem no imóvel.
- A coluna PESO informa o percentual de participação do imóvel nas receitas totais do FII.
- A coluna RECEITA MENSAL informa o valor estimado dos aluguéis do imóvel.

nome do imóvelufmapaablqt unidvacância1inadimplência2pesoreceita mensal
Mooca Plaza Shopping - 20SP42.066 m²2151,39%2,0,3,4,10,88%1,0,3,1,12,09%R$ 82,4mil
Shopping West Plaza - 70SP36.780 m²1727,54%5,11,11,82,02%2,4,2,20,00%R$ 0,0
Shopping Center PenhaSP29.899 m²1576,69%4,4,5,6,79,36%0,5,4,7,916,61%R$ 655,2mil
Shopping Villa Lobos - 15SP28.254 m²2184,69%2,5,52,60%2,0,31,92%R$ 75,6mil
Santana Parque Shopping - 15SP26.565 m²1605,24%3,4,5,54,05%0,1,2,40,00%R$ 0,0
Suzano Shopping - 15SP24.039 m²1346,72%5,5,5,714,97%3,5,13,1510,65%R$ 419,8mil
São Bernardo Plaza ShoppingSP15.006 m²1906,95%2,2,4,6,70,44%0,0,5,0,02,44%R$ 96,2mil
Tivoli ShoppingSP14.340 m²1463,17%3,3,4,5,312,79%2,2,3,5,136,97%R$ 275,1mil
Goiabeiras ShoppingMT14.198 m²19226,59%17,18,18,21,2723,81%18,20,19,20,240,02%R$ 828,0
I Fashion OutletRS10.016 m²02,61%5,4,3,2,314,21%5,6,10,0,140,15%R$ 5,8mil
Fundos Imobiliários

Abaixo estão listados Fundos Imobiliários que o HGBS11 possui em carteira.

- A coluna VALOR informa o valor de mercado das cotas (cotação x quant. cotas).
- A coluna RECEITA MENSAL informa o valor médio dos redimentos recebidos (valor por cota x quant. cotas).

FIItipocotasvalorreceita mensal
HPDP11 - Hedge Shopping Parque Dom PedroShoppings2.502.849R$ 225,3MMR$ 539,3mil
MCCI11 - Mauá Capital Recebíveis ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários1.012.566R$ 103,8MMR$ 560,3mil
HMOC11 - HEDGE Shopping Praça da MoçaShoppings303.919R$ 69,6MMR$ 180,8mil
HGCR11 - CSHG Recebíveis ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários619.789R$ 64,0MMR$ 340,9mil
ABCP11 - Grand Plaza ShoppingShoppings784.465R$ 62,6MMR$ 221,6mil
FVPQ11 - Via Parque ShoppingShoppings339.387R$ 54,0MMR$ 184,2mil
WPLZ11 - Shopping West PlazaShoppings642.070R$ 49,7MMR$ 174,4mil
FLRP11 - Floripa ShoppingShoppings36.317R$ 49,4MMR$ 196,6mil
JRDM11 - Shopping Jardim SulShoppings645.367R$ 48,9MMR$ 133,0mil
KNIP11 - Kinea Índices De PreçosRecebíveis Imobiliários240.436R$ 26,6MMR$ 162,3mil
FEXC11 - BTG Pactual Fundo de CRIRecebíveis Imobiliários170.185R$ 17,2MMR$ 119,3mil
KNCR11 - Kinea Rendimentos ImobiliáriosRecebíveis Imobiliários185.854R$ 16,8MMR$ 67,1mil
KNHY11 - KINEA High Yield CRIRecebíveis Imobiliários104.182R$ 11,5MMR$ 65,1mil
FIGS11 - General Shopping Ativo e RendaShoppings151.359R$ 9,4MMR$ 42,3mil
HABT11 - Habitat IIRecebíveis Imobiliários45.461R$ 5,2MMR$ 36,1mil
SADI11 - Santander Papéis Imobiliários CDIRecebíveis Imobiliários31.428R$ 2,6MMR$ 7,6mil
ATSA11 - Hedge Atrium Shopping Santo AndréShoppings2.563R$ 299,9milR$ 226,0
PQDP11 - Parque Dom Pedro Shopping CenterShoppings29R$ 86,0milR$ 227,0
CRI - Certificados de Recebíveis Imobiliários

Os Certificados de Recebíveis Imobiliários - CRIs são títulos de crédito de Renda Fixa, lastreados em créditos imobiliários. Estão previstos na Lei 9514/97, que disciplina o Sistema de Financiamento Imobiliário. Os CRIS geralmente são remunerados por um índice (Indexador) mais uma taxa de juros extra (Spread), portanto: Taxa do CRI = Indexador + Spread.

- A coluna VALOR informa quanto o FII possui investido no respectivo CRI.

companhiaemissãosériequantidadeindexadorspreadvalor
GAIA SECURITIZADORA S.A.4ª EmissãoSérie nº 3318IGP-DI9,00%R$ 15,1MM
GAIA SECURITIZADORA S.A.4ª EmissãoSérie nº 5517IGP-DI8,00%R$ 9,5MM
RB CAPITAL COMPANHIA DE SECURITIZAC1 ª EmissãoSérie nº 2624.813Não informado-R$ 4,8MM

Resultado Trimestral

Demonstrações trimestrais dos Resultados do Fundo, com informação das Receitas e Despesas realizados nos últimos 3 anos (12 trimestres).
Os valores exibidos aqui são referentes ao Regime de Caixa, que leva em consideração a data em que os valores foram efetivamente pagos/recebidos.

💂

Para acessar essa ferramenta, você precisa estar logado
 Entrar

Cotações e Mercado

$

Cotação Atual

Valor Data Variação 1 ano
R$ 208,98 26/Nov -26,67%
MENOR COT 12 MESES R$ 169,00 (18/Mar/2020)
MAIOR COT 12 MESES R$ 301,39 (03/Jan/2020)
0,93 P/VP 2.106 Negócios/dia R$ 3,9MM Volume/dia
R$ 0,00 Amort. 1 ano -23,60% Rentabilidade 12 meses

Rendimentos

Os valores dos rendimentos exibidos são ajustados em caso de desdobramento ou agrupamento de cotas.

Último Rendimento

Valor DY Data Base Data Pgmto
R$ 0,40 0,19% 30/Out 16/Nov
R$ 8,75 Rend. Acum. 12 meses 4,19% DY 12 meses
R$ 0,73 Rend. médio 12 meses 0,35% a.m. DY Médio
Tabela de Rendimentos e Amortizações

Vídeos recomendados

Quer saber o que os especialistas estão falando sobre o HGBS11?
Abaixo estão alguns vídeos que nós do mundoFII recomendamos a você
YfZbJ8Fz3tM
FIIs: por que o HGBS11 caiu sendo que os shoppings estão reabrindo? qual o motivo?
Vivendo de Dividendos 23/07/2020
yMWbWWrEGOU
Relatório trimestral HGBS11, cenário macro e análise do setor de shoppings | fiiqu...
Fiique Tranquilo 20/07/2020
4XcoghMrAME
Q&a - gestão HGBS11. fale mais sobre isso. | fiique tranquilo
Fiique Tranquilo 15/07/2020
IdkSd4oy7RE
FIIs: o HGBS11 está reabrindo. qual o futuro dos shoppings?
Vivendo de Dividendos 06/06/2020
_sidyjd9zz4
O ponto fraco do HGBS11 | hedge brasil shopping fii
Não Seja Manada 24/05/2020

Relatórios e Comunicados de HGBS11

Esses são os ultimos Relatórios e Informes estruturados do Fundo, que o mundoFII recomenda a leitura.

Informe Trimestral
16/Nov/2020
Informe Mensal
16/Nov/2020
Relatório Gerencial
09/Nov/2020
Fato Relevante
26/Out/2020
Regulamento
26/Out/2020

Para acessar todos os documentos de HGBS11 clique no botão abaixo.

Ver todos os Relatórios e Comunicados de HGBS11
Data Comunicado Exibir
16/Nov/2020 Informe Trimestral
Informes Periódicos
16/Nov/2020 Informe Mensal
Informes Periódicos
09/Nov/2020 Relatório Gerencial
Relatórios
30/Out/2020 Rendimentos e Amortizações
Aviso aos Cotistas
26/Out/2020 Fato Relevante
Fato Relevante
26/Out/2020 AGE - Sumário das Decisões
Assembleia
26/Out/2020 Regulamento
Regulamento
26/Out/2020 AGE - Ata da Assembleia
Assembleia
14/Out/2020 Outros Documentos
Outras Informações
10/Set/2020 AGE - Outros Documentos
Assembleia
10/Set/2020 AGE - Edital de Convocação
Assembleia
10/Set/2020 AGE - Proposta do Administrador
Assembleia
27/Jul/2020 Outros Comunicados Não Considerados Fatos Relevantes
Comunicado ao Mercado
27/Jul/2020 Laudo de Avaliação (Conclusão de Negócio)
Laudo de Avaliação (Conclusão de Negócio)
28/Mai/2020 Outros Relatórios
Relatórios
28/Abr/2020 AGO - Sumário das Decisões
Assembleia
28/Abr/2020 AGO - Ata da Assembleia
Assembleia
27/Mar/2020 AGO - Edital de Convocação
Assembleia
24/Mar/2020 Informe Anual
Informes Periódicos
20/Mar/2020 Demonstrações Financeiras
Informes Periódicos
29/Jul/2019 Outros Documentos
Oferta Pública de Distribuição de Cotas
29/Jul/2019 Instrumento Particular de Emissão de Cotas
Atos de Deliberação do Administrador
29/Abr/2019 AGO/E - Sumário das Decisões
Assembleia
29/Abr/2019 AGO/E - Ata da Assembleia
Assembleia
01/Abr/2019 AGO/E - Proposta do Administrador
Assembleia
01/Abr/2019 AGO/E - Outros Documentos
Assembleia
01/Abr/2019 AGO/E - Edital de Convocação
Assembleia
01/Mar/2019 Restritos - ICVM 476
Oferta Pública de Distribuição de Cotas
14/Jan/2019 Aviso aos Cotistas
Aviso aos Cotistas
19/Out/2018 Rentabilidade
Outras Informações
26/Abr/2018 Relatório Anual
Relatórios
22/Set/2016 Instrumento Particular de Alteração do Regulamento
Atos de Deliberação do Administrador
30/Ago/2016 Informe Semestral - DFC e Relatório do Administrador
Informes Periódicos
22/Ago/2016 Relação das demandas judiciais ou extrajudiciais
Informes Periódicos