A luz está apagada!

Fundos

GSFI11

face Usuário
Informações Gerais Análise do Administrador Patrimônio do FII Cotações e Mercado Rendimentos Relatórios e Comunicados Comentários Comparativo

Informações Gerais

GSFI11 A classificar

General Shopping e Outlets do Brasil

DESCRIÇÃO GERAL DO FUNDO

A classificarpossui gestão PassivaInvestidores Qualificados

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
R$ 630,6Mi
VALOR DE MERCADO
R$ 243,8Mi
P/VP
0,39
POSIÇÃO NO IFIX
Não Participa do IFIX
PARTICIPAÇÃO NO IFIX
DATA DE INÍCIO
30/Set/2013
PRAZO
Indeterminado
QT DE COTISTAS
5
QT DE COTAS
68.482.196
Outras Informações
ÁREA BRUTA LOCÁVEL Este FII não possui imóveis alugados QUANTIDADE DE IMÓVEIS POR UF QT DE COTISTAS 5 QT DE COTAS 68.482.196 PÚBLICO ALVO Investidor Qualificado ADMINISTRAÇÃO DO FUNDO
Administrador Planner Corretora De Valores Sa
Gestor Planner Corretora De Valores S.a.
Auditor Bdo Rcs Auditores Independentes
Análise do Administrador
TAXAS DE ADMINISTRAÇÃO E PERFORMANCE
Taxa de Administração R$ 1,1 milhões/ano
Taxa de Performance R$ 0,00
Percentual sobre o PL do FII 0,18% a.a.
Custo Anual por Cota R$ 0,02
Estes foram os valores efetivamente recebidos pelo Administrador nos 4 últimos trimestres
CLASSIFICAÇÃO ANBIMA
mandato Renda
segmento Shoppings
gestão Passiva

Análise do Administrador

A análise abaixo foi elaborada pelo Administrador do Fundo e publicada no último Informe Anual
RESULTADO DO FUNDO NO ÚLTIMO EXERCÍCIO

Passada a grande euforia vivida nos anos 2010 a 2013, o ano de 2016 nos parece o fechamento do primeiro ciclo da indústria, na medida em que novas ofertas se tornam cada vez menos frequentes e algumas dúvidas anda não foram plenamente esclarecidas.
As respostas estão sendo buscadas constantemente e o amadurecimento deste mercado acontece de forma lenta (mas acontece). Dito isso, é hora de reflexão dos agentes participantes da indústria, sejam eles investidores, gestores, administradores, reguladores e fiscalizadores.O ano de 2017 foi marcado pela retomada das emissões de fundos, na medida em que a taxa de juros voltaram para patamares razoáveis.
Somado a isto, os índices tiveram forte valorização, levando o valor de mercado dos fundos para acima de R$ 40 bilhões.
Não menos importante, o número de investidores na bolsa passou de aproximadamente 90 mil para mais de 140 mil em pouco menos de 6 meses.
Porém, este aumento praticamente manteve constante a proporção de pessoas físicas detentoras do estoque de FIIs em 80%.

CONJUNTURA ECONÔMICA DO SEGMENTO DE ATUAÇÃO

O modesto crescimento de 0,1% na passagem do 2°T para o 3ºT de 2017, encobre o desempenho bastante positivo que a economia brasileira apresentou nesse período.

A razão é que a volatilidade do PIB agropecuário, que apresentou crescimento muito expressivo no 1ºT deste ano, vem dificultando a leitura dos dados subsequentes de atividade econômica.

Excluindo a agropecuária, o desempenho do PIB no terceiro trimestre foi bastante robusto.Os indicadores de confiança voltaram a subir no final de 2017, refletindo a consolidação da retomada da economia.

A confiança empresarial retornou aos níveis médios de 2014, influenciada pelo bom momento da indústria, ao passo que a confiança dos consumidores também continuou avançando no último trimestre.

Sobre o mercado de trabalho, as últimas pesquisas divulgadas apontam continuidade na trajetória de recuperação do emprego.

Esperamos que esse quadro de retomada do emprego se reverta em 2018, quando devemos observar um crescimento mais intenso da atividade, capaz inclusive de permitir uma recuperação mais forte da ocupação formal.

Quanto à inflação, os dados coletados durante a primeira quinzena de dezembro indicam que a inflação do ano ficará abaixo dos 3%, terreno em que se encontra desde julho.

Mais de dois terços da desaceleração inflacionária ocorrida em 2017 se explicam pela redução de quase 15 pontos de percentagem da taxa de variação dos preços dos alimentos.

Terminamos o ano de 2017 com os juros básicos em 7,0%, o mais baixo patamar atingido durante toda a vigência do regime de metas de inflação.

Os sinais emitidos pelo Banco Central, sobre a política monetária, deixam clara a possibilidade de nova redução de 25 pontos da taxa Selic para o mês de março.

PERSPECTIVA PARA O PERÍODO SEGUINTE

Não possui informação apresentada.

Patrimônio do FII GSFI11

ATIVO E PASSIVO
tipovalor
AtivoR$ 631,4 milhões
PassivoR$ 865,0 mil
patrimônio LíquidoR$ 630,6 milhões
total investidoR$ 631,1 milhões
PATRIMÔNIO INVESTIDO
subtipovalor
AçõesR$ 630,7 milhões
outros fundosR$ 348,1 mil

Cotações e Mercado

$

Cotação Atual

Valor Data Variação 1 ano
R$ 3,56 23/Ago -34,07%
MENOR COT 12 MESES R$ 3,40 (18/Jun/2019)
MAIOR COT 12 MESES R$ 5,40 (30/Abr/2019)
0,39 P/VP 154 Negócios/dia R$ 88,9mil Volume/dia
R$ 0,00 Amort. 1 ano -34,07% Rentab. 1 ano

Rendimentos

Esse Fundo não pagou Rendimentos nos últimos 2 anos

Último Rendimento

Valor DY Data Base Data Pgmto
R$ 0,00 0,00% 15/Jul 15/Jul
R$ 0,00 Rend. Acum. 12 meses 0,00% DY 12 meses
R$ 0,00 Rend. médio 12 meses 0,00% DY Médio

Últimos Comunicados de GSFI11

Informe Mensal
15/Ago/2019
Informe Trimestral
14/Ago/2019
Fato Relevante
03/Jun/2019
Informe Anual
02/Abr/2019
Data Comunicado Exibir
15/Ago/2019 Informe Mensal
14/Ago/2019 Informe Trimestral
31/Jul/2019 Aviso aos Cotistas
04/Jun/2019 Esclarecimentos de consulta B3 / CVM
03/Jun/2019 Fato Relevante
30/Abr/2019 Perfil do Fundo
30/Abr/2019 Prospecto Distribuicao Cotas
30/Abr/2019 Inicio de Negociacao
02/Abr/2019 Informe Anual
01/Abr/2019 Relatorio Anual
01/Abr/2019 Demonstracoes Financeiras
07/Mar/2019 Regulamento
07/Mar/2019 AGE - Ata da Assembleia

Comentários sobre GSFI11