A luz está apagada!

Fundos

BBFI11

face Usuário
Informações Gerais Análise do Administrador Patrimônio do FII Cotações e Mercado Rendimentos Comunicados Comentários Comparativo

Informações Gerais

BBFI11B Escritórios

BB Progressivo

DESCRIÇÃO GERAL DO FUNDO

Escritóriospossui gestão PassivaInvestidores em Geral

PATRIMÔNIO LÍQUIDO
R$ 399,3Mi
VALOR DE MERCADO
R$ 335,0Mi
P/VP
0,84
POSIÇÃO NO IFIX
30º de 92
PARTICIPAÇÃO NO IFIX
0,8%
DATA DE INÍCIO
03/Jun/2004
PRAZO
Indeterminado
QT DE COTISTAS
5.480
QT DE COTAS
130.000
ÁREA BRUTA LOCÁVEL 86.312 M² VACÂNCIA 38,6 % INADIMPLÊNCIA 0,0 % QUANTIDADE DE IMÓVEIS POR UF RJ1DF1 QT DE COTISTAS 5.480 QT DE COTAS 130.000 PÚBLICO ALVO Investidores em Geral ADMINISTRAÇÃO DO FUNDO
Administrador Caixa Economica Federal
Gestor Caixa Economica Federal
Auditor Bdo Rcs Auditores Independente S.s.
Análise do Administrador
TAXAS DE ADMINISTRAÇÃO E PERFORMANCE
Taxa de Administração R$ 1,5 milhões/ano
Taxa de Performance R$ 0,00
Percentual sobre o PL do FII 0,38% a.a.
Custo Anual por Cota R$ 11,62
Estes foram os valores efetivamente recebidos pelo Administrador nos 4 últimos trimestres
CLASSIFICAÇÃO ANBIMA
mandato Renda
segmento Lajes Corporativas
gestão Passiva

Análise do Administrador

A análise abaixo foi elaborada pelo Administrador do Fundo e publicada no último Informe Anual
RESULTADO DO FUNDO NO ÚLTIMO EXERCÍCIO

Durante o exercício de 2018 foram auferidos R$ 39.274.591,03 como receita de aluguel, sendo R$ 29.321.547,67 provenientes do contrato de locação total do imóvel do CARJ localizado na cidade do Rio de Janeiro e R$ 9.953.043,36 provenientes do contrato de locação parcial do imóvel Sede I localizado no Distrito Federal.
A receita com operações financeiras em 2018 totalizou R$ 1.071.392,08. Do resultado financeiro líquido obtido, mensalmente, 95% foi distribuído como rendimento aos cotistas e 5% retido para compor reserva estatutária.

CONJUNTURA ECONÔMICA DO SEGMENTO DE ATUAÇÃO

Em relação ao mercado imobiliário de Brasília, cidade onde se situa o Edifício Sede I, conforme diagnóstico da Colliers International: “A atividade econômica mais importante da cidade de Brasília é a administração pública e os setores de comércio e serviços ligados a ela.

Por isso a maior parte do inventário corresponde a essas atividades.

Em relação a conjuntos corporativos, aproximadamente 50% do inventário corresponde a edifícios utilizados por órgãos públicos, 31% do volume corresponde a edifícios multiusuários e 19% de edifícios monousuários.

Quando tratando da tipologia de salas comerciais, a grande maioria do inventário corresponde a imóveis multiusuários (87%), com edifícios públicos ocupando 11% e monousuários ocupando 2% do volume total.

A recente situação de instabilidade política e econômica brasileira é observada na elevação da taxa de vacância em praticamente todas as regiões, assim como quedas consecutivas dos valores médios pedidos dos imóveis com tipologia de conjunto corporativo.

Apesar da crise, os valores pedidos para salas comerciais aumentaram durante os anos de crise, se aproximando dos valores pedidos para os conjuntos corporativos, fenômeno contrário ao observado em um cenário pré-crise."Já em relação ao mercado imobiliário do Rio de Janeiro, cidade onde se situa o Edifício CARJ, o diagnóstico da Colliers International foi de que: “O mercado de escritórios da cidade do Rio de Janeiro, Classe A+ e A encerrou o 3º trimestre de 2018 com um inventário de 1.671 mil m², enquanto a Classe B teve um inventário existente de 977 mil m². Não houve variação no volume do inventário Classe A+ e A e Classe B durante o ano de 2018. A absorção líquida do trimestre para escritórios Classe A+ e A foi positiva, 33 mil m², assim como o da Classe B, positivo de 1 mil m². O resultado positivo das Classes A+ e A representa o maior indicativo desde o ano de 2014, em contraponto variação dos indicativos negativos de 2016 e 2017, pode ser considerado expressivo.

Para Classe B, apesar da variação ter caráter tímida, a manutenção da absorção líquida positiva indica recuperação, principalmente em comparação com o período de 2014 a 2016."

PERSPECTIVA PARA O PERÍODO SEGUINTE

A perspectiva em relação ao Edifício Sede I é de se realizar as intervenções necessárias e fortalecer o trabalho com assessores imobiliários para locação das áreas vagas.

Quanto ao CARJ, a perspectiva é de alinhar com o atual locatário as condições de uma eventual saída do imóvel ou venda do bloco 9, sendo que o contrato está vigente até outubro de 2020.

Patrimônio do FII BBFI11

ATIVO E PASSIVO
tipovalor
AtivoR$ 410,5 milhões
PassivoR$ 11,2 milhões
patrimônio LíquidoR$ 399,3 milhões
total mantido para liquidezR$ 25,5 milhões
PATRIMÔNIO INVESTIDO
subtipovalor
imóveis para aluguelR$ 385,0 milhões
Imóveis Para Aluguel
nome do imóvelufmapaablunidadesvacância1inadimplência2pesoaluguel/m2receita mensal
CARJRJ40.177 m²10,00%0,0,0,0,00,00%0,0,0,0,00,00%R$ 0,0R$ 0,0
SEDE IDF46.135 m²172,19%72,72,72,72,720,00%0,0,0,0,00,00%R$ 0,0R$ 0,0

Cotações e Mercado

$

Cotação Atual

Valor Data Variação 1 ano
R$ 2.577,00 14/Jun 27,76%
MENOR COT 12 MESES R$ 1.400,00 (12/Set/2018)
MAIOR COT 12 MESES R$ 2.588,00 (30/Mai/2019)
0,84 P/VP 70 Negócios/dia R$ 559,2mil Volume/dia
R$ 0,00 Amort. 1 ano 32,26% Rentab. 1 ano

Rendimentos

Último Rendimento

Valor DY Data Base Data Pgmto
R$ 25,18 0,98% 31/Mai 14/Jun
R$ 287,30 Rend. Acum. 12 meses 11,15% DY 12 meses
R$ 23,94 Rend. médio 12 meses 0,93% DY Médio

Últimos Comunicados de BBFI11

Informe Trimestral
18/Abr/2019
Informe Mensal
10/Jun/2019
Informe Anual
29/Mar/2019
Fato Relevante
14/Fev/2019
Comunicado Data Exibir
Rentabilidade 19/Jun/2019
Regulamento 08/Fev/2019
Instrumento Part. Alteracao Regulamento 01/Nov/2018
Informe Trimestral 18/Abr/2019
Informe Mensal 10/Jun/2019
Informe Anual 29/Mar/2019
Fato Relevante 14/Fev/2019
Demonstracoes Financeiras 04/Abr/2019
Comunicado nao Fato Relevante 01/Nov/2018
Aviso aos Cotistas 31/Mai/2019
AGO - Edital de Convocacao 01/Abr/2019
AGO - Ata da Assembleia 29/Abr/2019
AGE - Resumo das Deliberacoes 31/Jan/2019
AGE - Proposta da Administradora 01/Nov/2018
AGE - Edital de Convocacao 01/Nov/2018
AGE - Carta Consulta 01/Nov/2018
AGE - Ata da Assembleia 08/Fev/2019

Comentários sobre BBFI11